Vacina russa ‘Sputnik V’ é lançada para o público

Via RT

O primeiro lote da vacina pioneira contra o coronavírus da Rússia, Sputnik V, recebeu luz verde para uso público e já entrou em circulação civil, anunciou o Ministério da Saúde da Rússia.

A vacina, desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya de Moscou, “passou pelos testes de qualidade necessários” e “entrou em circulação civil”, disse o ministério em um breve comunicado na terça-feira.

Mais lotes estão a caminho para serem distribuídos nas regiões russas, acrescentou.

O anúncio marca outro marco no desenvolvimento do Gam-COVID-Vac, mais conhecido por seu nome comercial Sputnik V. A imunização foi registrada em 11 de agosto após concluir com sucesso seus ensaios clínicos de Fase 1 e Fase 2, tornando a Rússia o primeiro país a oficialmente revelar sua própria vacina contra o coronavírus.

Os desenvolvedores da vacina têm enfrentado acusações de “levar o Sputnik V” ao mercado e tomar atalhos no processo, com os céticos apontando para o pequeno número de sujeitos do ensaio. Pesquisadores russos negaram as acusações, argumentando que o teste da vacina, que atualmente está passando por estudos pós-registro, foi projetado “muito mais eficiente e baseado em melhores suposições”, do que, por exemplo, o teste rival AstraZeneca. Isso permitiu que os testes do Sputnik V fossem realizados em um número menor de voluntários, disseram.

No início desta semana, uma das revistas médicas mais respeitadas, The Lancet, publicou os ensaios clínicos de Fase 1 e Fase 2 do Sputnik V, observando que ensaios de longo prazo ainda são necessários para atestar sua qualidade.

Enquanto isso, o prefeito de Moscou, Sergey Sobyanin, revelou que os julgamentos pós-registro do Sputnik V em Moscou podem durar de dois a seis meses. O programa de vacinação em massa na cidade, que suportou o impacto do surto de Covid-19 na Rússia, deve começar no final de 2020 ou início de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *