Haitianos protestam pela renúncia do presidente

Via VoaNews

A polícia da capital haitiana entrou em confronto na quarta-feira com manifestantes que pediam que o presidente Jovenel Moise renunciasse em meio a alegações de corrupção.

Os manifestantes montaram barricadas com fogo e interromperam o trânsito. A polícia respondeu disparando gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

A Associated Press relata que uma pessoa foi baleada na cabeça quando os manifestantes tentaram alcançar uma área onde o fortemente vigiado Moise estava colocando uma coroa de flores no Mausoléu Nacional comemorando o 217º aniversário da Revolução Haitiana, quando as forças locais derrotaram as forças expedicionárias francesas de Napoleão.

Haiti's President Jovenel Moise (R) and First Lady Martine Moise attend celebrations in Port-au-Prince, Haiti.

Não ficou imediatamente claro quem disparou o tiro.

O líder da oposição haitiana André Michel disse: “O povo haitiano está cansado de Jovenel Moïse; ele não será mais capaz de governar o país”.

Os manifestantes estão se desabafando em Moise, que está liderando o país empobrecido sem a contribuição de um parlamento, que foi dissolvido em janeiro, após eleições fracassadas em outubro.

Protestors run past burning tires during a march demanding the resignation of Haiti's President Jovenel Moise.

A situação política no Haiti não tem ajudado o país a gerar doações da comunidade internacional, dificultando sua capacidade de responder a uma luta econômica persistente, incluindo a escassez de alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *