A China anuncia o fim da pobreza no país

Via people of China

A China conseguiu retirar todos os distritos carentes que restavam no país da pobreza.

Os últimos nove distritos pobres, todos na Província de Guizhou, no sudoeste da China, saíram da pobreza absoluta, anunciou o governo provincial nesta segunda-feira.

Segundo uma avaliação realizada por agências terceirizadas no início deste mês, a incidência geral de pobreza nos nove distritos de Guizhou foi reduzida a 0%, e a taxa de satisfação entre os moradores locais ficou em mais de 99%, disse Li Jian, diretor do departamento provincial de alívio da pobreza e desenvolvimento, em uma coletiva de imprensa.

A renda líquida média anual da população carente nesses nove distritos subiu para 11.487 yuans (US$ 1.740), bem acima da linha de pobreza nacional de 4 mil yuans definida este ano, disse Li.

A China prometeu erradicar a pobreza absoluta em 2020. Até o final de 2019, 52 distritos no noroeste, sudoeste e sul do país ainda estavam na lista de pobreza.

“A retirada de todos os distritos carentes da pobreza indica que a China solucionou a questão milenar da pobreza extrema”, comentou Gao Gang, pesquisador da Academia de Ciências Sociais de Guizhou. “Isso também significa que a China entrou em uma nova fase de desenvolvimento.”

Neste novo estágio de desenvolvimento, mais esforços de vitalização rural devem ser feitos para consolidar os êxitos de alívio da pobreza, disse Gao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *