Chefe da OMS fala sobre a nova cepa do coronavírus encontrado no Japão importada do Brasil

Via Actualidad

Na opinião deles, o sequenciamento eficaz do genoma ajudaria a encontrar a maneira mais eficiente de responder às suas mudanças.

No último fim de semana, o Japão informou à Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a detecção de uma nova variante do vírus, importada do Brasil, anunciou o Diretor Geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na coletiva de imprensa sobre a pandemia, realizada na segunda-feira.

Comentando o caso japonês, Ghebreyesus disse que “quanto mais o vírus se espalhar, maior a possibilidade de novas mudanças em seu genoma”. Ele enfatizou que as novas linhagens não mostram “uma maior gravidade da doença”, mas parecem aumentar sua transmissibilidade. Anteriormente, em dezembro de 2020, as autoridades do Reino Unido e da África do Sul notificaram à OMS o surgimento de novas linhagens com maior transmissão.

Neste contexto, o chefe da OMS enfatizou novamente a necessidade de seguir as recomendações básicas de saúde pública durante a pandemia: manter distância social, usar máscaras, lavar as mãos e ventilar as salas. “Você pode ficar entediado ao ouvir isto, mas o vírus não está farto de nós”, ele enfatizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *