Rússia relata os primeiros casos do mundo de gripe aviária H5N8 em humanos

Via Actualidad

Pelo menos sete funcionários de uma granja avícola no sul da Rússia foram diagnosticados com um novo tipo de gripe aviária, relatórios da TASS, citando a chefe da agência sanitária russa Rospotrebnadzor, Anna Popova.

De acordo com as autoridades russas, nenhum caso de transmissão entre humanos do novo tipo de vírus da gripe aviária foi relatado ainda.

Segundo o oficial, este é o primeiro caso confirmado de infecção humana com o vírus da gripe aviária A (H5N8) no mundo.

“Cientistas do Centro Vektor isolaram material genético deste tipo de influenza aviária de sete funcionários de uma granja avícola no sul da Federação Russa, onde um surto foi registrado entre a população avícola em dezembro de 2020”, disse Popova em uma coletiva de imprensa no sábado.

O chefe do Rospotrebnadzor também observou que esta situação poderia ser controlada, pois todas as medidas para proteger pessoas e animais foram realizadas em um tempo muito curto.

“Todas as pessoas, os sete indivíduos de que estou falando hoje, se sentem bem, seu curso clínico foi muito suave. Mas, ao mesmo tempo, nossos cientistas puderam ver mudanças no corpo humano e a resposta imunológica para encontrar este vírus nos sete avicultores”, disse ela.

O vírus pode “aprender” a transmitir entre humanos
Popova também enfatizou que nenhum caso de transmissão de humano para humano foi relatado ainda. “Até agora, vemos que o novo patógeno da influenza aviária A (H5N8) é capaz de se espalhar das aves para os seres humanos. Atravessou a barreira das espécies. Entretanto, esta variante não é transmitida atualmente de pessoa a pessoa”, confirmou ele.

Entretanto, a velocidade das mutações pode “permitir que ele supere esta barreira”, ou seja, o vírus pode “aprender” a transmitir entre humanos, acrescentou o chefe do Rospotrebnadzor. A este respeito, Popova enfatizou a importância da descoberta de cientistas russos.

“A detecção destas mudanças, quando o vírus ainda não adquiriu a propriedade de transmitir de pessoa a pessoa, nos dá a todos, o mundo inteiro, tempo para nos prepararmos para possíveis cenários e assim responder adequadamente e de forma oportuna: desenvolver sistemas de teste e preparar plataformas de vacinação antes que este vírus se torne mais patogênico e mais perigoso para os humanos e adquira a capacidade de transmitir de pessoa a pessoa”, explicou o oficial.

O chefe da instituição também informou que a Rússia havia enviado informações à Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o primeiro caso de infecção humana com o novo tipo de gripe aviária. Além disso, a Vektor já colocou os dados completos do sequenciamento genômico do vírus A (H5N8) com as mutações que lhe permitiram superar a barreira interespécies”, disse Popova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *