A Rússia anunciou intenção em se candidatar a observador do Movimento dos Não-Alinhados

Via Telesur

A Rússia pede para ser um país observador no MNA

As autoridades russas anunciaram na quinta-feira a sua intenção de se candidatarem à adesão, como observador, ao Movimento dos Não-Alinhados (NAM)

O pedido foi anunciado pelo Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Vershinin, que disse: “A Rússia pediu para entrar neste movimento como um país observador”.

O vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros acrescentou que o procedimento pode demorar algum tempo. Ele acrescentou que “os últimos grandes eventos, os fóruns dos últimos anos que tiveram lugar em Baku [Azerbaijão], mostraram a forte semelhança das posições dos países membros dessa organização e da Rússia”.

O MNA foi estabelecido em 1961. É composto por 120 países de África, Ásia, América Latina, Caraíbas e Europa, como alternativa ao confronto das duas grandes potências da época: os Estados Unidos e a União Soviética.

Atualmente, o Azerbaijão, um país do espaço pós-soviético, é o presidente do Movimento. No MNA, 17 Estados e 10 organizações internacionais têm o estatuto de observadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *