Rússia anuncia a construção de uma nova base naval no Sudão

Via RT

O presidente Vladimir Putin aprovou a instalação de um centro de logística da Marinha russa no Mar Vermelho, situado entre a África e a Ásia, incumbindo o Ministério da Defesa de assinar um acordo previamente discutido com o Sudão.

A proposta de estabelecer uma instalação no país do Norte da África, para a qual Putin deu luz verde na segunda-feira, foi apresentada pelo governo russo na semana passada.

Moscou e Cartum assinaram um acordo de cooperação militar de sete anos no ano passado e a perspectiva de um centro de logística naval já foi discutida em detalhes pelos lados.

As instalações sudanesas destinam-se a estacionar e reparar navios russos, bem como armazenar suprimentos essenciais para os navios durante suas longas missões. A base terá até 300 funcionários em serviço e poderá hospedar até quatro navios de guerra simultaneamente, incluindo aqueles com sistemas de propulsão nuclear.

O acordo preliminar foi projetado para durar 25 anos. Em seguida, será automaticamente prolongado por períodos de dez anos, se necessário.

O governo russo já afirmou que o hub logístico no Sudão contribuirá para a paz e estabilidade na região, sublinhando que terá um carácter puramente defensivo. De acordo com informações da mídia, ele estará localizado na curtilagem da cidade de Port Sudan, principal porto do país.

A instalação sudanesa provavelmente terá funções semelhantes às atualmente operadas pela Rússia em Tartus, na costa mediterrânea da Síria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *