Hoje na história: nascia um dos mais importantes líderes da luta contra o racismo e o capitalismo

Há 73 anos, em 30 de agosto de 1948, nasceu um dos nomes mais importantes nomes da luta contra o racismo e o capitalismo mundial. Para entender o seu pensamento, separamos um trecho do livro Antologia: Volume I Partido dos Panteras Negras.

“Vocês sabem, muitas pessoas se irritam com o Partido porque fala sobre a luta de classes. E as pessoas que se irritam com isso são oportunistas, covardes e individualistas e tudo que são é qualquer coisa menos revolucionários. E usam essas coisas como desculpas para justificar e invocar um álibi e para bonificar sua falta de participação na luta revolucionária real. Então dizem, “bem, eu não posso entrar no Black Panther Party porque os Panteras estão ocupados em trabalhar com radicais do país opressor, ou pessoas brancas, ou bonitões ou o que quer que seja. Eles dizem que isso são algumas das desculpas que eu uso para negar realmente porque não estou na luta”. Nós temos bastante respostas para essas pessoas.

Primeiramente, nós dizemos primariamente que a prioridade dessa luta é a classe. Que Marx e Lenin, Che e Mao Tsé-tung e todo o resto que já disseram ou conheceu ou praticou alguma coisa sobre revolução, sempre disse que a revolução é uma luta de classes. Havia uma classe – a oprimida – e aquela outra classe – a opressora. E isso tem de ser um fato universal. Aqueles que não admitem isso são aqueles que não querem se envolver na revolução, porque sabem que enquanto estão lidando com coisas raciais, nunca estarão envolvidos na revolução. Eles podem falar sobre números, podem pendurar você em muitos, muitos meios, mas assim que você começar a falar sobre classe, então você tem que começar a falar de armas. E isso é o que o Partido tinha que fazer.

Quando o Partido começou a falar sobre luta de classes, nós achamos que tínhamos que falar sobre algumas armas. Se nós nunca negamos o fato de que havia racismo na América, mas dissemos que quando você, o subproduto, o que sai do racismo, que o capitalismo vem primeiro e depois vem o racismo. Que quando eles trouxeram escravos até aqui, o fizeram para ganhar dinheiro. Então a primeira ideia a surgir foi que nós queremos ganhar dinheiro, então os escravos vieram com o objetivo de gerar aquele dinheiro. Isso significa que, através de um fato histórico, o racismo tinha que vir do capitalismo. Tinha que ser o capitalismo primeiro e o racismo foi um subproduto daquilo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *