Por que os católicos brasileiros não se levantam contra os abusos sexuais dentro da Igreja?

O Brasil ainda é o país com o maior número de católicos no mundo, em 2005, um relatório interno do Vaticano estimou que um em cada dez padres brasileiros estava envolvido em casos de abuso, ou seja, 1.700 sacerdotes, a investigação feita pela mídia costuma ser o primeiro passo para que os abusos venham à tona mas, não significa qualquer garantia de investigação pela justiça.Joseph Ratzinger, (Papa Bento XVI), abdicou do mais alto cargo da Igreja Católica após Georg Ratzinger, seu irmão, ser acusado de abusar sexualmente 547 membros do coro Regensburger Domspatzen, coral de cantores de música litúrgica da Catedral de Ratisbona, na Alemanha.

A Igreja Católica tem vivido ondas de escândalos envolvendo abusos sexuais cometidos por clérigos desde 2002, em 2018, a Igreja Católica alemã realizou um relatório que revelou mais de 3.700 abusos cometidos por seus membros. As principais táticas de encobrimento que a Igreja usa são: transferência do acusado, culpabilização das vítimas e de suas famílias, realização de pagamentos secretos em troca de silêncio e manipulação psicológica.

No último final de semana, após a justiça brasileira permitir, com fundamento em lei, a realização de um aborto em uma criança de 10 anos, grávida em decorrência de um estupro feito pelo tio (foragido) que abusava da menor desde os seis anos, um grupo de católicos do Recife tentou invadir o Hospital onde a vítima do estupro foi realizar o procedimento médico. Com gritos de apoio a “vida” os cristão católicos fizeram um cordão em frente ao Hospital. A atitude que reforça a decadência que vive a Igreja Católica, cada vez mais enterrada na hipocrisia.

Católicos em frente ao Hospital onde menina de 10 anos fez aborto

Onde estavam os cristãos católicos no caso de Dom Vilson Dias de Oliveira, após investigações que acusaram o clérigo de agir de forma a permitir e acobertar que padres praticassem crimes de abuso sexual, em troca de dinheiro? (Dom Vilson era bispo emérito da Diocese de Limeira e renunciou ao cargo em maio de 2019)

Onde estavam os cristãos católicos no caso do Padre Pedro Leandro Ricardo de Limeira, interior de São Paulo, acusado de abusar sexualmente e torturar fisicamente jovens coroinhas? (Leandro Ricardo foi afastado da Igreja)

Onde estavam os cristãos católicos no caso da arquidiocese da Paraíba, condenada em janeiro de 2019 pela Justiça do Trabalho a pagar uma indenização de 12 milhões de reais pela exploração sexual de crianças, pois um grupo de sacerdotes pagava habitualmente por sexo, com dinheiro ou comida, a seminaristas, coroinhas e flanelinhas?

Da esquerda para a direita: Monsenhor Jaelson Alves de Andrade; Monsenhor Ednaldo Araújo dos Santos; Padre Severino Melo; Padre Rui da Silva Braga; Dom Aldo Pagotto todos afastados em razão de acusação de abuso sexual e/ou extorsão – Foto: TV Cabo

O silêncio dos cristãos católicos sobre a monstruosidade que acontece dentro da Igreja só prova que ser católico, no Brasil, tem sido cada vez mais uma oportunidade de vestir falsa moral e falsa vigilância em nome de Deus, sendo ,portanto, a confissão religiosa adequada a aqueles que acobertam estupradores, apontam o dedo para vítimas, suas famílias, demonizam médicos e se colocam como defensores da vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *